sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Nossas áreas protegidas escondem as mais belas cachoeiras da Mata Atlântica.

Uma das dezenas de cachoeiras de tirar o fôlego da RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis (SC), que tem mais de 30 metros de altura. Clique sobre a imagem para ampliá-la.

Ainda não fizemos o levantamento das belezas naturais das nossas áreas protegidas nas cabeceiras do rio Itajaí, em Itaiópolis (SC). Não temos idéia, por exemplo, de quantas cachoeiras existem nos rios e riachos que nascem ou cortam nossas áreas preservadas.

Só sabemos que são muitas cachoeiras. Deve ter dezenas, mas a maioria é de difícil acesso. Somente em um dos rios da RPPN das Araucárias Gigantes, que seguimos o curso recentemente, encontramos seis belíssimas cachoeiras com queda superior a 5 metros.

A Elza não vai esquecer facilmente daquele dia. Foi nesta aventura que ela encostou a mão inteira em uma lagarta verde enorme camuflada em um arbusto. Era daquelas lagartas com “pinheirinhos” repletos de espinhos, que só de olhar já lhe queima.

Ela começou a gritar desesperadamente e chorou bastante de tanta dor, porque realmente é insuportável, mas passa depois de uns 15 minutos. Eu não sabia o que fazer e tentei consolá-la fotografando esta lagarta enorme como se fosse o achado mais importante do mundo. Veja a foto em nosso site, clique aqui.

No dia 22/01/2010, sem a companhia da Elza, consegui acessar uma das cachoeiras da RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em um dos afluentes do rio do couro, que é esta da foto acima. Estimamos que tenha entre 35 e 40 metros de altura. Suas águas são puríssimas, já que este afluente tem toda sua bacia hidrográfica recoberta de floresta primária e fica dentro da RPPN.

Já sabíamos da existência desta cachoeira há dois anos, quando descíamos pelo rio e encontramos esta barreira instransponível. Só deu para ouvir o barulho da queda d’água, ver a borda do precipício e perceber que era bem alta. Lembro-me que foi até perigoso chegar perto. Não havia como descer pelas laterais (a queda é abrupta).

Então, somente na semana passada eu consegui chegar até esta cachoeira subindo o rio a partir de sua foz no rio do Couro. Desgraçadamente, no caminho para chegar até o rio do Couro eu também encostei acidentalmente na mesma espécie de lagarta que a Elza encostou. Foi aí que eu percebi que a Elza não exagerou no choro. A dor é realmente muito intensa apesar de eu ter encostado somente a ponta do dedo, enquanto que a Elza encostou a mão toda.

Quando a Elza viu as fotos da cachoeira ficou doida para ir até lá, já que o acesso não é tão difícil. E para se prevenir contra as lagartas, do capim-navalha, da taquara-lambedora (que arranca pedaços da pele quando a gente encosta) e dos espinhos, vamos usar luvas.

8 comentários:

arte todo dia a dia disse...

Parabéns pelo seu blog e ecofotos.
Gostaria de lhe dar meu site www.ecofotografias.fot.br
Fazemos um trabalho em defesa da Mata Atlantica do Est SP expondo ecofotos feitas pela nossa equipe em todo estado.

Emerson disse...

Ótimo Blog! Adorei todos os artigos.
Sucesso sempre a vocês.

Ah, se tiver um tempinho dá uma lida no Blog da Galera da Botânica/UFPR
http://botanicaufpr.blogspot.com/
talvez algumas coisas possam lhes interessar.

Um grande abraço.
Emerson L. Gumboski

Mariza disse...

OI, Germano e Elza.
Seu blog é uma delícia: histórias fascinantes e fotos deslumbrantes.
Parabéns!
Abraços, paz e bem.
Mariza.
Petrópolis/RJ

PAZ disse...

Entrei hoje pela primeira vez aqui no blog e me surpreendi com a qualidade do material apresentado e a riqueza nas informações aqui passadas, parabéns pelo trabalho, quero seguir esse mesmo rumo na defesa da natureza, sorte para nós, Grande Abraço.

André Gemmer

Techuser disse...

Automeris essa lagarta, é nervosinha mesmo, sorte que não foi uma lonomia hehe

MMoraes disse...

Emocionantes tanto as imagens como o trabalho de vcs.
Parabéns

Priscila disse...

Surpreendente e cativante aos leiores a dedicação de vocês ao realizar esse trabalho.Blog rico de ilustrações e informações..nos transmitindo conhecimentos necessários para a compreensão de que...essa natureza, realmente, é muito preciosa! Parabéns!

Paisagembrasileira.com disse...

beleza de foto Germano, parabéns!