sexta-feira, 7 de maio de 2010

Está salvo para as gerações futuras mais um pedacinho da Mata Atlântica: RPPN Refúgio do Macuco.

Uma pequena amostra da paisagem das nossas RPPNs em Itaiópolis (SC)


O Ministério do Meio Ambiente, através do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, acaba de emitir o termo de compromisso para averbação de mais uma unidade de conservação da natureza em Santa Catarina, Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) REFÚGIO DO MACUCO, área preservada de nossa propriedade.

A RPPN Refúgio do Macuco, com 31,86 hectares, integra outras áreas de propriedade do casal já transformadas em RPPN que totalizam 505 hectares, que foram compradas pedacinho por pedacinho. São áreas muito valiosas que exigem muita proteção porque além de abrigarem mamíferos e aves ameaçadas de extinção concentram uma enorme quantidade de madeira de grande valor comercial (canela-preta, araucária, peroba, cabreúva etc.).

Todas as RPPNs foram criadas a nível FEDERAL, que é um processo rigoroso e somente áreas comprovadamente bem preservadas são aprovadas, que passam a integrar o Sistema Nacional de Unidades de Conservação.

Localizada nas cabeceiras do rio Itajaí, em Itaiópolis, Planalto Norte Catarinense, a RPPN Refúgio do Macuco, recebeu este nome porque no local ocorre o macuco (Tinamus solitarius), uma ave muito rara e ameaçada de extinção. O macuco já foi extinto em muitas matas preservadas porque é uma ave muito visada pelos caçadores. Em Jaraguá do Sul, por exemplo, não existe mais.

Para compra das áreas preservadas foram utilizados recursos pessoais, da nossa poupança. É um esforço desesperador para salvar da devastação estas últimas áreas preservadas de Mata Atlântica, que prestam um serviço essencial para a população, já que protegem os recursos hídricos, a biodiversidade, evitam erosão e estocam carbono que se for liberado com o desmatamento agrava o problema do aquecimento global.

Para cuidar da área, recebemos ajuda através da aprovação de um projeto submetido ao Programa Desmatamento Evitado da ONG SPVS de Curitiba, que conta com os recursos doados pelo Banco HSBC, da campanha Seguro Verde Auto. Neste projeto, obtivemos recursos para contratação de vigilância por exemplo e também para a construção de uma sede e implementação do plano de manejo, que também foi elaborado com os recursos deste projeto.

Para o processo de criação desta RPPN contamos também com os recursos de um projeto aprovado que foi submetido ao edital do Programa de Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural - RPPN da Mata Atlântica, da Aliança para Conservação da Mata Atlântica (Fundação SOS Mata Atlântica e outras)

No site do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMbio, do Ministério do Meio Ambiente, está disponível um formulário eletrônico e todas as informações para se criar uma RPPN.

Veja a matéria que foi publicada no jornal A NOTÍCIA, em 07/05/2010.

4 comentários:

Luiz Álvaro disse...

Parabéns por mais esta RPPN.

Jau Castro disse...

´Prezados, venho acompanhando o trabalho de vcs e não poderia deixar de elogiá-los e dizer que estou muito feliz e esperançoso com mais esta conquista!

Parabéns, que o exemplo de vcs seja viosto como uma bandeira em prol das nossa matas e dos animais que nelas habitam! Precisamos dos serviços ambientais que nos são oferecidos!
Enorme, caloroso e fraterno abraço,

Jaelson Castro
Salvador, BA

José Anselmo disse...

Caros amigos,

Notícias como esta enchem a nossa alma de esperança, mesmo quando notícias absurdas chegam a todo momento, por ações de quem deveria ter o papel de proteger o patriomônio natural, como é o caso do absurdo do porto de Ilhéus. Parabéns pela heróica iniciativa!!!

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online. Emily Nascimento