terça-feira, 20 de agosto de 2013

A surpreendente biodiversidade da Mata Atlântica na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí

ARAÇARI-POCA (Selenidera maculirostris), ave da família dos tucanos (Ramphastidae) uma das riquezas da biodiversidade que encontramos pela primeira vez na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis, Santa Catarina. É uma fêmea. Clique sobre a imagem para ampliar
No dia 14/08/2013, Elza e eu vimos um tucaninho se alimentando dos frutos de um mandioqueiro ou pau-mandioca (Schefflera morototoni) árvore típica da Mata Atlântica na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis, Santa Catarina. Não me interessei muito em fotografá-lo porque estava distante e já tenho centenas de fotos do tucaninho (araçari-banana).

Logo que fiz as primeiras fotos (ver no link abaixo), percebi que tinha as cores diferentes do araçari-banana (Pteroglossus bailloni). Agora, fiquei surpreso ao descobrir que é outra espécie araçari.

Nome Popular: ARAÇARI POCA
Nome Científico: Selenidera maculirostris

A Elza sugeriu não levarmos o tripé naquele dia (para filmagens) porque iríamos até a pedreira ver o estrago na mata causado pela neve (16 quilômetros de caminhada - percurso ida e volta) - ficamos muito arrependidos por não termos feito um vídeo da cena. No entanto, fizemos várias fotos que podem ser vistas clicando neste link da página do ARAÇARI-POCA

É nossa ave de numero 240 encontrada na RPPN (tem muito mais) até esta data, 20/08/2013, sendo que temos agora 4 espécies de tucanos na RPPN (registrados por meio de fotos).



Percebam como é importante salvar estas matas preservadas. Compensa todo nosso esforço em salvá-las para as gerações futuras (o desmatamento é intenso na região). Quero ver encontrar toda esta riqueza de biodiversidade em uma mata secundária, em um plantio de mudas de árvores.
ARAÇARI-POCA (Selenidera maculirostris) se alimentando dos frutos de um pau-mandioca (Schefflera morototoni) na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis, Santa Catarina. Clique sobre a imagem para ampliar


Araçari-poca (Selenidera maculirostris) morto por caçadores presos pela Polícia Ambiental de Joinville

Esta imagem do ARAÇARI-POCA foi fornecida pela Polícia Ambiental de Joinville. Foi apreendido com quatro caçadores presos em flagrante no dia 15/06/2013. Eles estavam caçando na Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra Dona Francisca, na Serra do Mar de Joinville e montaram um acampamento onde a Policia Ambiental os pegou em flagrante com outros animais silvestres abatidos, duas pacas e um quati. Eles portavam 3 espingardas e muita munição para armas de vários calibres (12, 20, 28 e 32), além de armadilhas (arapucas e canhãozinho) para capturar animais. Clique sobre a imagem para ampliar

3 comentários:

Mariza disse...

Germano e Elza, muito, muito, muito triste! E multiplique-se esse episódio pelo Brasil afora, sem a fiscalização suficiente e adequada...

Victória disse...

Não ha fiscalização, não ha controle, não ha punição séria e pesada. Nossos governantes são preguiçosos e incompetentes, preocupam-se apenas em amealhar votos em épocas de eleição para continuarem a mamar nas tetas do governo, fazer mau uso do dinheiro público e se aposentarem cedo com salário integral. A biodiversidade que se dane.
Ou fritamos os miolos tentando encontrar um jeito plausível de contornar essa situação ou em breve ninguém terá mais o que caçar e nós, o que proteger.

sonianeusa disse...

Este é o país da IMPUNIDADE. Incrível como gastam recursos com roubalheira, gastam o dinheiro do Povo pra comprar, subornar, aliciar, mas não querem gastar com Fiscais, não querem aumentar os quadros do IBAMA e outros órgãos que poderiam defender Natureza! Absurdo, revoltante, vergonhoso! E muito, muito TRISTE.