domingo, 2 de novembro de 2014

Como tirar berne da cabeça

Larva da mosca do berne que se desenvolveu na minha cabeça durante 43 dias Foi retirada duas horas após a aplicação de uma camada de vaselina sobre o furo de respiração da larva no couro cabeludo.

Quem gosta de andar em trilhas ou tomar banho em cachoeiras nas áreas preservadas de Mata Atlântica certamente já teve a experiência de pegar bernes e usado as receitas caseiras, da medicina popular, que funcionam muito bem.

Lembro-me de um fato interessante que ocorreu no final dos anos 80 quando uma amiga da Elza foi junto conosco tomar banho em cachoeiras e andar nas matas na Serra da Mantiqueira, na localidade Queixo da Anta, Distrito de São Francisco Xavier, em São José dos Campos (SP). Uma semana de depois Elza e eu percebemos que pegamos berne, nos braços e nas costas.

 Alguns dias depois a amiga da Elza telefonou contando que pegou uma “alergia” ou alguma doença terrível que poderia ser da água pura que tomamos dos riachos cristalinos. Disse que foi consultar com médicos especialistas, que receitaram vários antibióticos, injeções, mas não estava resolvendo. Então, a Elza pediu para que ela viesse até nossa casa, onde revelamos a causa e resolvemos o problema que tanto lhe afligia.

Eu já peguei bernes várias vezes, em vários partes do corpo, mas na cabeça foi a primeira vez e gostaria de dar a receita que funcionou muito bem, que aprendi ao assistir um vídeo de uma produtora de programas da natureza dos Estados Unidos. Membros da equipe de TV pegaram bernes em Belize, na América Central.

A solução, ou cura, do problema de berne consiste simplesmente em retirar a larva. É fácil diagnosticar a ocorrência do berne pelos sintomas, que são um pequeno furo no local onde está coçando e fisgadas, quando a larva está mais desenvolvida. Este furo na pele a larva usa para respirar. Então, colando um esparadrapo em cima a larva não pode respirar e morre.

Se você não retirar a larva morta, o corpo absorve. Mas isto leva mais de uma semana e no local forma um caroço em decorrência da inflamação (formação de pus), fica coçando e incomoda um pouco até o caroço desaparecer completamente em poucos dias. Eu nunca tive problemas com este procedimento de deixar a larva morta ser absorvida pelo organismo, mas segundo orientação dos médicos, isto pode dar problema em algumas pessoas.

Pela minha experiência, o que jamais se deve fazer é tentar tirar a larva à força, apertando o local (caroço) onde a larva está alojada.  A larva tem garras (são aquelas estruturas parecidas com pelos pretos) para se fixar no interior do nosso corpo. E tudo o que você vai conseguir é provocar uma lesão e agravar o problema. Portanto, não cometam este erro de espremer o local porque a larva não sai desta forma, vai machucar muito o local e provocar inflamações. Vai doer bastante por vários dias e surgir outras complicações.

Com este berne que peguei na cabeça aprendi que a solução do problema de berne é muito simples de se resolver e de forma muito segura. O método do esparadrapo não funciona porque a cabeça é muito oleosa e o esparadrapo não fica grudado muito tempo para obstruir o furo por onde a larva respira. Exige também rapar uma área grande da cabeça. Tentamos ainda, sem sucesso, o método do esmalte, ou seja, de tampar o furo com esmalte de unha.

O método de colocar um pedaço de toucinho (toicinho ou bacon) em cima do furo para a larva sair e penetrar parcialmente no toucinho também tem limitações porque em algumas partes do nosso corpo não dá para fixar o pedaço de toucinho para vedar  bem o furo por onde a larva respira. O uso de esparadrapo  para fixar firmemente o toucinho não é possível porque a cola não gruda devido à gordura do toucinho.

Então, o método que testei, copiado do vídeo que mencionei acima, é o mais prático, eficiente e seguro. Consiste em colocar sobre o furo uma espessa camada de vaselina ou geleia de petróleo.  Com a temperatura do nosso corpo, a vaselina derrete e começa a escolher. No meu caso, o berne estava na parte posterior, sobre o osso occipital. A solução foi encher de vaselina uma tampa de garrafão de água mineral de 5 litros e fixar esta tampa sobre o furo do berne amarrando-a com uma sacola plástica em volta da cabeça.

Duas horas mais tarde, a Elza foi verificar se a vaselina não tinha vazado e ao remover a tampa cheia de vaselina, notou que a larva do berne estava com uma ponta para fora procurando uma saída para respirar no meio da camada de vaselina. Então, rapidamente a Elza pegou uma pinça de retirar sobrancelha (de seu estojo de maquiagem) e puxou a larva inteira e viva para fora. E Pronto! Problema resolvido depois de semanas tentando colar esparadrapos e esmalte sobre o couro cabeludo. A larva é esta da foto. Fiquei com ela me incomodando durante 43 dias.

Com esta experiência, eu pude concluir que não precisa deixar vaselina por 27 horas. Duas horas foram suficientes -  talvez até menos. Este método permite retirar a larva de uma forma muito simples e não dói nada.  A vaselina é uma substância mais segura para aplicarmos sobre a nossa pele. Parte do cabelo fica todo lambuzado de vaselina, mas é facilmente removida lavando com shampoo.

Muitos acham que a larva do berne vai sair do corpo do hospedeiro voando, na forma de uma mosca adulta. Na verdade, após um certo período, que pode levar 60 dias, larva desenvolvida vai cair no solo e somente após esta fase de vida no solo é que vai se transformar em mosca. Ou seja, ela sai do corpo do hospedeira na forma de larva e não de mosca, o ciclo de vida completo envolve uma fase de vida no solo.


Escala mostrando o tamanho da larva (berne), 1 cm



17 comentários:

Nayara X. de Oliveira disse...

SUA DICA SE MOSTROU INTERESSANTE, MAS TENHO UMA DUVIDA:
HOJE MEU NAMORADO RECLAMOU DE UM INCOMODO NO COURO CABELUDO, E HAVIA ALGO PEQUENO NA SUPERFÍCIE (TENDO OCORRIDO ISSO PELA PRIMEIRA VEZ).
AO ESPREMER ENTRE A UNHAS, VIMOS ALGO SEMELHANTE A UMA LARVA MIGRANS MORTA E SECA. ANALISEI OUTRAS REGIÕES DA CABEÇA,MAS ENCONTREI NADA.
ONTEM LIMPAMOS A ÁREA DOS CÃES, MAS SEQUER ANDAMOS DESCALÇOS.
O QUE PODE SER?
GRATA, NAYARA.

Sheilynha Rodrigues disse...

Poxa o brabo e fazer o cachorro parar com vaselina e um esparadrapo na bunda 😨😨😨😨😨 pobre bichinha... amanhã vou ver o que vou fazer... vlw pela dica

Luiz Ricardo Colucci disse...

Primeiramente quero lhe agradecer porque o seu post me ajudou a ter uma ideia de como resolver este problema, visto que, para mim, foi a primeira vez que tive um berne.

E gostaria também de compartilhar como eu fiz para matá-lo, porque não tendo vaselina em casa eu tive a ideia de usar a pasta de dente no lugar e deu super certo!!!!! Coloquei uma boa camada de pasta e cobri com película plástica antes de dormir. No outro dia foi extremamente fácil tirar o berne, que já estava morto.

Obrigado de novo pelo post muito útil!

LUIZ CAIO Silva disse...

Meu filho estava com uma na cabeça e o farmacêutico conseguiu tirar espremendo, já desinchou bastante mas ainda está um pouco duro no local, corre o risco de ter mais de um? Devo procurar um médico?

Germano Woehl Junior disse...

Luiz Caio,
Sim, o correto é procurar um médico para uma avaliação. Não é bom espremer. Experiência pessoal. Machuca bastante e ocorre inflamação. Fica uma saliência dura (rígida) no local durante vários dias, como você constatou. Por este método que expliquei, no dia seguinte já fica bom e não doí nada. Sobre ter mais um berne, você deve observar se não vai aparece outro furinho no local.

Germano Woehl Junior disse...

Luiz Ricardo,
Sua dica é boa. A desvantagem da pasta de dente é que seca muito rápido e racha, abrindo uma entrada de ar. Com a vaselina não ocorre este problema.

apsto disse...

Germano,

Escrevo para agradecer: funciona. Depois de tentar esmalte, toucinho e outros, foi só com o seu método que conseguimos tirar um berne da cabeça.

Seguimos as suas instruções e esperamos exatamente duas horas. Quando tiramos a tampa para verificar o bicho já tinha saído completamente. A pinça nem foi necessária. Era mais ou menos do tamanho do seu, talvez até um pouco maior.

Obrigado, cara. Sua generosidade tirou em duas horas um verme da cabeça de alguém.

Abraço

Germano Woehl Junior disse...


Fiquei contente que o método funcionou bem para você. Eu também me senti muito aliviado quando consegui resolver o problema porque foi a primeira vez que peguei na cabeça e eu estava desesperado. Sabia que na cabeça era difícil para remover que exigia um procedimento médico (cirúrgico) e eu estava nos Estados Unidos a 30 dias com este berne dando agulhadas terríveis na cabeça. A incidência de berne deve ter aumentado muito com este calor. Com a geléia de petroleo (foi o que eu encontrei num supermercado nos Estados Unidos) em pouco mais de duas horas após a aplicação, o problema foi resolvido de forma muito simples e eficaz

http://ForumVital.blogspot.com disse...

olá Germano

* TEU CASO COM ESTE BERNE, ME RECORDEI DE UM CASO SEMELHANTE (IDÊNTICO) QUE ME ACONTECEU A UNS,...4 ANOS, FUI REALIZAR UMA GRAVAÇÃO DE PASSÁROS NUM DIA MUITO QUENTE E PEGUEI DOIS BERNES,...

OBS; não mais me lembrava como era, pois já tinha pego quando menino,...FIQUEI 20 DIAS PASSANDO AGRURIAS COM ESTES INSETOS,...então num dia peguei UMA LUPA E PEDI A MINHA ESPOSA PARA "MEXER NO LOCAL" e observar,...então ela me DISSE, olha tem UM BIXO AHÍ DENTRO ? era os bernes, MAS EU AHÍ LEMBREI COMO MEU PAI OS RETIRAVA, FIZ O MESMO QUE VOCÊ, COLOQUEI UM PEDAÇO DE GORDURA E PASSEI UMA ATADURA MAIS OU MENOS APERTADA,...EM MAIS OU MENOS 03 HORAS ELES SAIRAM, UFFFFFFFFFFA !

Abraço Germano

Eduíno de Mattos
APEDEMA RS.

Ruddy Proença disse...

Gostaria de compartilhar também minha experiência de dezenas e dezenas de bernes. Depois de provar todos os métodos possíveis, o que encontrei melhor foi uma massinha de farinha apertada sobre o furo por 24 hrs, eficiente e limpo. Grande abraço e parabéns pelo trabalho!

Joyce Martins disse...

Eu tive berne, mas tirei e o vuraco fechou. Pode acontecer de ainda ter mas?

Kezya Lindolfo disse...

Infelizmente minha irmã pegou, e tem 3 buracos na cabeça dela, tiramos as larvas. Minha dúvida é em relação aos buracos no couro cabeludo dela,oq ira acontecer em relação a eles, e se devemos tampar com alguma coisa ou deixar ao ar livre, é bem no topo da cabeça dela. :'(

Kezya Lindolfo disse...

Infelizmente minha irmã pegou, e tem 3 buracos na cabeça dela, tiramos as larvas. Minha dúvida é em relação aos buracos no couro cabeludo dela,oq ira acontecer em relação a eles, e se devemos tampar com alguma coisa ou deixar ao ar livre, é bem no topo da cabeça dela. :'(

Paula disse...

Estou escrevendo para agradecer.
Meu filho de 6 anos estava com berne no couro cabeludo e já tinha tentado banha de porco sem sucesso. Não queria raspar o cabelo dele para colocar fita adesiva e o meu marido, que é cirurgião, iria extrair o verme no dia seguinte, mas iria deixar uma cicatriz no seu couro cabeludo. Sem falar que o procedimento cirúrgico seria muito mais traumatizante para a criança.
O método funcionou muito bem! Nem acreditei quando tirei a vaselina e o verme já estava metade para fora.
Muito obrigada!!!

Raquel Rapanelli disse...

oi, para tirar berne do couro cabeludo usamos Vick Vaporub para asfixia-lo e parece que foi eficiente, boa sorte!

Glauber Pinheiro disse...

Qual exame detecta berne couro cabeludo

Daniel Moreira disse...

Muito bom o post e os comentários tenho sintomas de berne dentro do ouvido sinto ele se enchendo mas não consigo ver. Tapei o ouvido com algodão e entupi de vasilina la dentro mas não tenho como retirar com a pinça pois não consigo vê-lo oq posso fazer?