terça-feira, 9 de novembro de 2010

A alegria de encontrar o pavó, o pavão-do-mato, uma imponente ave da Mata Atlântica.

Pavó (Pyroderus scutatus), uma imponente ave que ocorre na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis (SC).


Gostaríamos de compartilhar um momento de muita felicidade que tivemos no dia 29/10/2010 ao encontrarmos pela primeira vez na RPPN Corredeiras do Rio Itajaí, em Itaiópolis (SC), uma ave magnífica que tanto desejávamos conhecer na natureza: o PAVÓ (Pyroderus scutatus), que mede quase meio metro (46 cm), sendo conhecido também como “pavão-do-mato”.

Em Santa Catarina, esta ave é bastante rara. Conhecíamos somente através de fotos. Foi uma satisfação muito grande encontrá-la justamente na área que compramos para proteger, transformando em RPPN. Isso nos estimula a lutar ainda mais para salvar o que resta da Mata Atlântica.

No local, observamos dois indivíduos vocalizando. Consta na literatura que na época de procriação os machos se congregam, formando grupos com até 10 indivíduos, para emitirem um som bem baixo, parecido com aquele produzido por alguém soprando na boca de uma garrafa vazia. Além de fotografá-lo, nós gravamos o som e também um vídeo. Clique aqui para ouvir e assistir ao vídeo

É bastante arisco, não permite aproximação. No entanto, freqüenta o mesmo lugar durante vários dias nesta época (de procriação).

O pavó alimenta-se essencialmente de frutos ofertados pelas árvores das nossas matas nativas preservadas. Como a nossa RPPN é bem preservada, fome os exemplares que habitam o lugar não passam.

Vamos nos esforçar ainda mais para protegê-los, ampliando a área da RPPN e, assim, proporcionar para as gerações futuras a alegria de poderem também contemplar esta ave e tantas outras raras e ameaçadas devido a toda esta destruição que ocorre da Mata Atlântica.

8 comentários:

Ruth Di Buriasco disse...

Obrigada é mt bom termos espaços como o de vocês para aliviar a tristeza que dá em ouvir o som da moto serra aqui perto da nossa casa, em Petrópolis, cidade Imperial que tem tratado mt mal nossa FLoresta e nossa biodiversidade. Entraremos sempre em contato,
Ruth e Thereza Di Buriasco.

elainetsantos disse...

Germano e Elza.
Ainda ontem um jovem amigo me dizia que teve aulas com a Elza.
Ele está aqui em São Bernardo do Campo, SP.
O trabalho de educação ambiental de vocês é maravilhoso.
Felicidades, beijos.
Elaine Santos.

Heike Weege disse...

Que delícia de trabalho! Parabéns! Acompanhar o blog é um prazer.

marcio disse...

Oi pessoal, por acaso achei a reportagem de vcs na net. Por coincidência eu também vivi a espetacular experiência de ver o pavó no seu habitat natural. Foi em Pelotas, no RS. Num remanescente de mata atlântica. Maravilhoso, é o mínimo o que falar deste animal. Fiquei muito feliz de saber que outras pessoas viveram momentos como o meu. Ele também vai sempre ao mesmo local.

Abraços, viva o planeta.

giovani athayde disse...

Parabéns sempre pelo belo trabalho e que possamos sempre ver essas belezas da criação espero um dia conhecer o centro interpretativo da mata atlântica, abraço

Projeto Aves - UNIVILLE disse...

Germano. Vale ressaltar que a espécie se encontra na categoria EN "Em Perigo" na lista proposta das espécies ameçadas de extinção do estado de Santa Catarina(http://ignis.org.br/lista/). Abraço Alexandre V. Grose

Maicon Mohr disse...

Parabéns! Excelente registro.
Imagino a satisfação de vocês em encontrarem tão bela espécie em sua RPPN.
Grande abraço,

Maicon Mohr
www.coave.org.br

Antonio Carlos Albano Teixeira disse...

Moro em Mauá (Região Metropolitana de SP). Tenho e resido em uma chácara a qual está totalmente arborizada com muita diversidade de frutos (está se tornando uma verdadeira floresta da qual me orgulho de te-la formado) e há algum tempo tenho visto uma ave que tem frequentado constantemente e principalmente meus pés de palmeira Juçara. Como não a conhecia procurei muito e finalmente hoje descobri que é um Pavó. No começo aparecia somente um indivíduo porém agora são dois (acredito ser um casal). Fico contente e me orgulho de que meu empenho de arborizar minha propriedade esteja atraindo inúmeros animais.